17 E 18 DE OUTUBRO - WTC EVENTS CENTER | AV. NAÇÕES UNIDAS, 12551 – BROOKLYN NOVO – SP
NOTÍCIAS
HOMENOTÍCIAS

Congresso Abit 2018 – Painel 1: A importância da formação profissional na indústria 4.0

17/10/2018

Moderado pelo economista José Roberto Mendonça de Barros, o primeiro painel do Congresso Abit  2018 abordou aspectos relacionados à formação de pessoas e a preparação delas para o mercado de trabalho em tempos de indústria 4.0.

Da esq.: Gustavo Leal, Priscilla Fialho, Ana Inés Basco e José Roberto Mendonça

Gustavo Leal, diretor de Operações SENAI  (Departamento Nacional), afirmou que a educação de qualidade será determinante nesse cenário de mudanças. “A falta do trabalhador qualificado ainda é a principal dificuldade das empresas”.  Segundo ele, o SENAI tem buscado ações imediatas para mostrar para as empresas que a indústria 4.0 é factível. “Ela ainda é incipiente no Brasil e isso tudo é muito pouco entendido pelas empresas: 42% delas desconhecem a importância das tecnologias digitais para a competitividade da indústria e 52% sequer utilizam tecnologia digital. Mas, no entanto, é preciso iniciar e o processo deve ser gradual”, argumentou Leal.

Já Priscilla Fialho, economista da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), enfatizou de que maneira as mudanças tecnológicas, a globalização e o envelhecimento da população poderão afetar as profissões futuramente. Nesse contexto, ela destaca a importância para a formação de adultos. “Aqui no Brasil, as instituições do Sistema S - SESI, SENAI, SENAC, SESC, SEBRAE, além do Pronatec, a Rede Certific e a Escola do Trabalhador (Ministério do Trabaho) atuam em diferentes plataformas”. De acordo com Fialho, as instituições de ensino também têm o desafio de alinhar a oferta de cursos com a demanda do mercado. “É preciso desenvolver um sistema capaz de identificar as necessidades de competências do país”.

Encerramento o painel, a especialista de Integração do BID, Ana Inés Basco, apresentou dados que mostram que o Brasil está aberto a novas tecnologias. “Nossos estudos identificaram que Brasil e América Latina pensam que os robôs são um perigo para a humanidade. Mesmo assim, os brasileiros demonstram que estão abertos a novas tecnologias”, comenta. A educação surge como um ponto forte para os dias que virão. “Cerca de 60% dos brasileiros acreditam que a ela será responsável pelos empregos do futuro”. 

VEJA A ENTREVISTA REALIZADA COM PRISCILLA FIALHO NO NOSSO ESTÚDIO NO CONGRESSO ABIT.

Crédito da imagem: Ricardo Keuchgerian 


TAGS: congresso, abit, são paulo, brasil, tecnologia, educação





17 E 18 DE OUTUBRO
WTC EVENTS CENTER | AV. NAÇÕES UNIDAS, 12551
BROOKLYN NOVO – SP